Site de Poesias

Menu

Menina curiosa (Nem tudo é efêmero)

Menina curiosa do lindo olhar. 

Olhar tão forte que me prende. 

Cadeia de onde não quero sair. 

Saída que preciso encontrar. 

Encontro que anseio para acontecer,

se possível amanhã. 

Amanhã que ontem era hoje. 

Hoje que só penso em te levar para longe dessa paranóia. 

Paranóia de sorrir o dia inteiro 

e a noite confessar verdades

que só você e o seu travesseiro

sabem.

 ...

A única perfeição da vida é a alegria.

Viva,

Cante, 

Sorria,

chore... 

Faz o que v'cê quiser.

Tudo é tão bonito...

Nem tudo é efêmero. 

 

Compartilhar

Para moça de Chaclacayo. Curitiba

Alexandre Cezar Fh
16/03/2019