Site de Poesias

Menu

Nuances do meu amado Rio Tiete.

 
Eu desço rio a baixo
navegando com a brisa por companhia.
O barco flutua sobre a estrada liquida
de forma perene e tranquila.
Nos aguapés que boiam sobre o rio
galinhas d’água , quero- queros
e outras espécies de pássaros aquáticos
mariscam seu alimento.
“A garça faminta confia em meu anzol”
Uma capivara mergulha e nada mansamente
para o outro lado do rio; com ela uma família de cinco filhotes.
 
J.A.Botacini.
 
 
 
 

 

Compartilhar
Jose Aparecido Botacini
12/03/2019

  • 11 comentários
  • 202 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados