Site de Poesias

Menu

Brilha

 
Eu achei que era só mais um grão de areia
Nas minhas mãos
Um grão de areia a formar um caminho
Uma direção
Mas ao pegar ele nas mãos
Ele de repente subiu
E agora todas as noites brilha
Quando eu levanto o olhar
E seco as minhas lágrimas
...
O brilho ao longe
...
Brilha todos os dias
Diferente de todos os brilhos que já vi
É tão importante porque de um mero grão
Se transformou pra mim
...
De areia, se separou em grão e agora na imensidão brilha sozinho
Ao meu olhar
...
Areia, grão, estrela
Era um caminho
Uma direção
Agora ilumina a escuridão
...
Eu sigo
Esse é um tipo de brilho
que nos devolve a fé
Que existe por aí um brilho capaz
De reanimar as forças do corpo
E fazer com que a alma siga sua jornada
...
Brilha, é só o que preciso dizer
E saber
 

 

Compartilhar

Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
09/03/2019

  • 0 comentários
  • 23 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados