Site de Poesias

Menu

O AMOR QUE TU ANSEIAS

O AMOR QUE TU ANSEIAS

O amor que tu anseias
O amor que se inflama
O verdadeiro com raiz
Só aparece no cultivo,
No trato sereno do dia

É como a rara orquidea
Não pense que é paixão
Essa é uma mera ilusão
Não serve como padrão

O amor hoje só com lupa 
Por isso raro e nada dura
A não ser alguns verões
Quiçá invernos outrossim 

Mas na procura às vezes
O descobrimos bem ali
Em algum certo cantinho
Ali dentro da nossa alma

Pois o que hoje se planta
Já disse quem era amor
Volta sempre redobrado
Então prepare o respaldo

Pois só em solo que já fértil
Ele nasce feito a borbotões 
Não é na aridez de deserto
Que ele vai um dia aparecer

'A felicidade provém do íntimo,daquilo que o Ser humano sente dentro de sí mesmo' - Roselis V. Sass  (graal.org.br)

Compartilhar
HSERPA
04/03/2019

  • 0 comentários
  • 54 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados