Site de Poesias

Menu

Palavra Morta

De nada adianta falar. É inútil o argumento...

Tanto falamos e tentamos alcançar a consciência

E o resultado é que somos ignorados a todo momento

E a lógica cai no vácuo da não existência...

 

Se minha fala não alcança as pessoas e o pensamento,

É morta a palavra. Sou compreendido, mas a coerência

Deturpada e distorcida, transformada em tormento,

Quando não - tida como a mais completa demência!

 

Não sabemos ouvir e muito menos aceitar as ideologias.

Não somos harmônicos, somos ambulantes idiossincrasias.

É pena que a verdade tenha de ficar atrás da porta...

 

Discutimos em vão, debatemos para que nos insultem...

Clamores de idiomas findos sem que nada resultem...

A fala da ideia é vista como mentira. A palavra está morta!

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
08/02/2019