Site de Poesias

Menu

Brumadinho

Vale tudo?

O quanto vale a vida?

Bilhões que uma empresa vale

E centenas de vidas que para eles não valem...

Será que tudo não vale nada?

 

Um mar de lama novamente...

A natureza grita e parece que não vale.

As pessoas sofrem, e parece que isto também não vale...

E a Vale?

Vale alguma coisa depois de tamanha devastação e danos?

 

Vale fazer isto com tantos?

O que, afinal, vale?

Pode valer monetariamente,

Mas não vale mais nada moralmente...

Pode isto, produção?

Vale alguma coisa se o mundo se perde?

Não, não vale nada!

 

Quanta vida se perdeu.

Quanto da natureza se poluiu.

Quanto do que é inestimável foi embora...

Vale a pena isto tudo?

Vale tudo para ganhar dinheiro?

Vale? Nunca valeu, porque tais ações não valem nada...

 

E vão-se os anéis e ficam os dedos?

Desculpa pífia.

Há valor na vida e, eis tudo,

Já a Vale... Bem, não vale o que come...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
30/01/2019