Site de Poesias

Menu

DOM POÉTICO

 
 
 
O homem tem, em si,
Um talento muito especial
Que deserda todos os outros:
O dom poético!
Extremamente íntima,
À poesia não cabe definição.
 
Aquele que não compreende
Uma sensação lírica emergente,
Pode-se considerar órfão
Dos pendores artísticos.
 
A poesia se concentra na emoção
E nada do que existe a ela se compara.
Ela é única, unilateral,
Por vezes bastarda
Quando evoca o grotesco.
 
O que é poesia será sempre poesia,
Tanto em verso como em prosa
E, já que é indefinível,
Igualmente é absoluta
Perante o relativismo das artes.
 
A poesia é sósia do sentimento,
Embora o sentir esteja ao relento
À espera de que a poesia renasça
E traga esse tom de indefinição
Ao conteúdo platônico do amor.
Assim estará renovada a excelência
Que afirma: o fazer poético é imortal!
 
 

 
DE  Ivan de Oliveira Melo

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
26/01/2019

  • 0 comentários
  • 13 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados