Site de Poesias

Menu

ADVERTÊNCIAS

 
 
Nunca olhe onde houve a queda,
Entretanto o lugar em que escorregou,
Assim terá como evitar novos tropeços.
Um sapiente ditado ensina:
Onde há tormenta, existirá arco-íris!
Isso significa dizer que
Embora o ambiente seja hostil,
Sempre haverá uma oportunidade de paz...
 
O mundo se apresenta tal como ele é:
Pleno de obstáculos e, também, de bonanças,
Contudo se deve ter o devido cuidado
Em certos portos, pois,
Não há quem experimente
A profundeza de um rio
Com os dois pés,
Cautela é deveras um diagnóstico
Dos perigos que rodeiam as criaturas.
 
Assumir as atitudes tomadas com consciência,
Porque não se pode esconder a fumaça
Quando se ateou fogo...
Bem e mal são antagônicos,
Enquanto o bem é relíquia,
O mal penetra como uma agulha,
Depois é como um carvalho
E dessa maneira confunde as mentes.
É importante não esquecer de que
Paixão e ódio são filhos
De bebidas que embriagam...
 
Lute por suas metas,
O mundo não lhe faz promessas!
Ter atenção com o que se fala
É de suma importância, pois,
Se sua boca virar faca
Certamente cortará seus lábios.
Sempre é a primeira impressão que encanta,
O eco da palavra inicial fica no coração.
A sinceridade deveria ser o pulmão da vida,
Porém é o contrário que se vê...
Uma mentira estraga mil verdades!
 
Riquezas são passageiras...
Parte-se e tudo fica para trás.
Indubitavelmente,
Ser feliz é bem melhor do que ser rei.
E, caso queira que tudo termine bem,
Não se deve esquecer
De prestar atenção ao começo.
É por aí que a existência segue,
Inexoravelmente!
 
 
DE   Ivan de Oliveira Melo
 

 
POEMA INSPIRADO NA SABEDORIA POPULAR AFRICANA.

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
21/01/2019