Site de Poesias

Menu

MENSAGENS

 
 
O mar joga suas ondas diante do mundo...
 
Não há mestre mais competente:
Ele é o professor que abre a porta
Para que o aluno entre sozinho e aprenda.
Cada qual deve conhecer-se plenamente,
Pois, quem não sabe de onde veio,
Jamais encontrará seu destino.
 
Tudo é questão de saber concentrar-se.
Já que todos os dias se arrumam os cabelos,
Por que não se arrumam os corações?
O amor não está à venda em supermercados,
Não se trata de produto industrializado...
Caso se queira conhecer o amor,
É importante levar-se em conta
Que o poço necessita de ser cavado
Bem antes de saciar-se a sede.
 
Rir dos desencontros antes de enfurecer-se
É uma prova de fortaleza íntima.
Em tudo o que se quer há dificuldades
Que são como as montanhas:
Elas só se aplainam
Quando se avança sobre elas.
Sapiente é quem é prudente, porque
O homem comum fala,
O Sábio escuta
Enquanto o tolo só discute.
 
Cultivar a paciência é segredo de poucos:
A quem sabe esperar, o tempo abre as portas.
Quem deseja colher rosas,
Deve suportar os espinhos.
Persistir sempre. Eis a mensagem:
Começar algo já é metade de um caminho.
 
Preocupações culminam em tragédias:
Nunca se acende um fogo
Que não haja meios de apagá-lo!
A experiência alheia pode ajudar,
Basta que ao entrar na vida,
Obedeça-se aos que nela residem.
 
Vitórias e derrotas são circunstâncias possíveis:
Ao vencedor, a glória!
Ao perdedor, saber que dificilmente
Voltarão ao ramo as folhas caídas.
Tudo é ensinamento,
O remédio bom tem sabor amargo!
 
Nunca esquecer que
Tudo se pode semear,
Porém é irreversível:
Colhe-se o que se planta!
 
 
DE  Ivan de Oliveira Melo
 
POEMA ESCRITO SOB INSPIRAÇÃO DA SABEDORIA POPULAR ASIÁTICA.
 

 
 

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
21/01/2019

  • 0 comentários
  • 13 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados