Site de Poesias

Menu

Ainda sinto o cheiro do mar

em alguns momentos fecho os olhos para lembrar

com concentração 

consigo lembrar do aroma salgado do mar

da infância a brincar em cada onda a me alcançar 

de ser levada pra lá e pra cá 

de boiar e abrir os olhos e o céu contemplar

pensando em cada nuvem a se formar

desenhos compreendidos pelo meu imaginar

e o mar a me levar

hoje distante do mar

só cabe fechar bem os olhos

e viajar com a alma até aquele lugar

da infância 

e sentir

novamente

o vasto oceano azul a me levar

pra lá e pra cá

ainda sinto o cheiro do mar 

 

 

Compartilhar

Para Lucas, que me lembrou desse fato que contei para ele há muitos anos. Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
18/01/2019

  • 0 comentários
  • 38 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados