Site de Poesias

Menu

DEVANEIOS & SONHOS

 
 
 
 
Devaneio, dentre as torturas tantas
Com a falecida felicidade, e o devaneio
Nada mais é em tudo o que não creio,
Pois devaneio é sonho que se agiganta.
 
Mediante a calmaria que há na madrugada,
O devaneio busca uma realidade aparente,
Contudo consequência do íntimo que mente
À pobre alma cujo conhecimento zero é nada.
 
O sonho é algo solitário e solidário também,
Todavia é mensagem da esperança que se tem
De um mundo conforme edificada doutrina...
 
E embora haja as tempestades e as bonanças,
Não deixa de ser um vaticínio que se lança
A fim de que o devaneio não deixe de ser mina!
 
 
DE  Ivan de Oliveira Melo

 
 

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
16/01/2019

  • 0 comentários
  • 11 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados