Site de Poesias

Menu

IMAGENS ONÍRICAS

 
 
O dia meio cinzento está entre neblinas.
O mormaço sua, corre dentre as veredas
Até os balcões etéreos que se camuflam
Sobre a multidão adormecida nas ruas.
 
De baixo para cima ou vice-versa há sol,
Porém diante da quietude da gleba se grita
Como se o mundo estivesse em guerra e paz...
A Terra é uma circunferência meio triangular
 
E em seus polígonos há passagens secretas
Onde se escondem as sombras dos vultos
Periféricos que contornam as criaturas vivas
Enquanto que as mortas usam travesseiros
 
De pelúcia... São as almofadas do sono eterno
Que inundam os perímetros urbanos dos sonhos!
 
 
DE  Ivan de Oliveira Melo

 
 

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
15/01/2019