Site de Poesias

Menu

SEDUÇÃO ÍNTIMA

 
 
Sintomas alegóricos adornam meu corpo
E em meu organismo há fluxo de cateter,
Então os órgãos ficam inebriados de éter
Que me fazem fantasiar o canto do corvo.
 
Utópica sonda faz-me eliminar os detritos
Dos ideais inexoráveis dum pessoal radar
Que armazena enzimas do feitiço de amar
E torna ortodoxos todos os corações aflitos.
 
Cirurgia intensa ocorre nos teares da ficção,
Os bisturis ferem as palavras do puro tesão
De compor síndromes que evoquem o amor...
 
Na saúde do pensamento deletam-se os ais
Já que a dor perdeu a forma, ficou para trás
Graças ao encanto conotativo do eu sedutor!
 
 

 
DE  Ivan de Oliveira Melo

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
09/12/2018

  • 0 comentários
  • 17 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados