Site de Poesias

Menu

SONETO A CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE - Nascimento em 31.10.1902 - In Memoriam

SONETO A CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE - Nascimento em 31.10.1902 - In Memoriam

Carlos Drummond de Andrade e a ´´pedra do caminho´´...
por isso compreendi que tudo dá poesia,
quando se tem amor, quando se tem carinho,
e as ideias triviais surjam da fantasia...

Porém, ´´e agora José´´, seguindo sozinho
no escuro, amedrontado e sem a luz do dia,
procurando encontrar um mero cantinho
para viver feliz e ´´não veio a utopia´´...

Eu também encontrei muitas pedras na estrada
e me achei qual José, caminhando no escuro,
mas não tinha ninguém, pois a mulher amada

não havia surgido em minha triste vida...
No entanto, acreditei nos sonhos do futuro
e nos versos que fiz buscava uma saída...

IALMAR PIO SCHNEIDER

 

 

Compartilhar
Ialmar Pio
05/12/2018