Site de Poesias

Menu

MUSICAIS ADORMECIDOS

MUSICAIS ADORMECIDOS

Acordemos os acordes
Dos musicais adormecidos
E que as conversas sejam
Intercaladas de silêncios

Silêncios que são sons puros.
Sons ‘invisíveis’ e límpidos.
Silênciemos o nosso íntimo.
Ousemos inverter o ver

Depuremos os tempos
para verter novos destinos
Freiemos os ritmos entorpecidos
Que só vão dar em abismos.

Checar interesses e fins
Repensar noções que tragam mais razão.
Caminhar! Claro que vamos,
Não só navegar é preciso.

Não sejamos os primeiros
Com as mãos e os corações vazios
Sejamos os últimos nesta via,
tranqüilos, indo para outros destinos

Mudando a chave no nosso intimo
Não tão acompanhados no inicio
A estrada é nova e pouca usada
Mas os corações estarão cheios de esperanças.

Haverá uns e alguns outros
Que olharão aí para trás
E alguns vão querer mudar também.
E novo tempo pode surgir
E novo sol pode brilhar

'A felicidade provém do nosso intimo, daquilo que sentimos dentro de nós mesmos' Roselis V. Sass (graal.org.br)

Compartilhar
HSERPA
09/11/2018

  • 0 comentários
  • 12 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados