Site de Poesias

Menu

Minha Lua

olho a Lua

em algum lugar ela ilumina seu caminho e como já é noite escura ela ilumina seus sonhos enquanto sigo acordado

sim, estamos distantes

quando acordados e na noite escura nem em sonhos nos encontramos 

olho a Lua

as nuvens a tomam por instantes

é assim que me sinto

pude olhar a Lua

cheia de doçura 

e agora as nuvens me tomam

o que iluminava a noite escura

com o amanhecer a Lua que tanto me lembra você se esconde e eu vivo num eterno

hoje

amanhecer 

sem

você

Compartilhar

Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
28/10/2018

  • 0 comentários
  • 25 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados