Site de Poesias

Menu

Poeta Nordestina

 
Poeta Nordestina
                                                             Nair Damasceno
 
Sou poeta nordestina
 
Ninguém nem nada derrota,
 
Sou amor que desatina,
 
Sou açude que abarrota!
 
Sou chuva de aguaceiro,
 
Sou jurema, juazeiro,
 
Sou flor que da rocha brota!

 

Compartilhar
Nair Damasceno
28/10/2018

  • 0 comentários
  • 20 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados