Site de Poesias

Menu

Século XXI

Talvez nestes tempos nasça
o humano
Nestes tempos, morre o humano
O humano não existe!
Que morram estes tempos

Gilson Amaro 02-2006

Compartilhar

----------------------------------

Gilson Amaro
12/05/2006