Alvorada poética

Alvorada poética.

Um livro dum poeta,
cheio com sua poesia,
é ode d'alma em festa
em pauta de sinfonia!

Seu livro é campanário,
versos são seus sinos
que ecoam no imaginário
em belos sons argentinos!

Sua poesia quer badalada
e que chegue bem longe
em cada alvorada,
mas que nunca se lisonje,
pois se poesia é sua amada,
ela é a Ordem, ele só monje!
...........xxxxxxxx............
Autor:Figas de Saint Pierre de Lá-buraque

(Silvino Figueiredo) Portugal

Silvino Taveira Machado Figueiredo
© Todos os direitos reservados