Site de Poesias

Menu

POESIA: DA DERROTA À SUPERAÇÃO


Cala-se em mim uma palavra
Silencia em meu peito toda voz
Apaga-se na mente toda escrita
Mas em esperança me mantenho
 
Emudecido neste ponto espero
Humilde minha cabeça arqueia
Mas dos restos finais me enlevo
E com uma luz forte me inebrio
 
A força renasce com estrondo
Em meu peito qualquer dor seca
Em meus punhos o mundo fica
E na minha vontade me reencontro
 
Dos escombros findos me levanto
Em respiração forte me inspiro
Em grito silencioso me fortaleço
E para renovada luta já estou pronto
 

'Não é o lugar em que nos encontramos nem as exterioridades que tornam as pessoas felizes; a felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de sí mesmo' Roselis von Sass -graal.org.br

Compartilhar
HSERPA
05/10/2018