Site de Poesias

Menu

Rosas

vermelhas eram elas

somente duas ganharam de mim

eu nunca ganhei

a não ser duas vezes de amigos

 

a primeira

sorrio e tirou foto

mas logo teve uma lembrança infeliz

e uma a uma as pétalas caíram

 

a segunda

bem

gostou porém não acolheu

devolveu todas

disse não ver horizonte

e uma a uma as pétalas caíram

 

nem jarro de flores

nem água

elas murcharam 

como a falta de brilho no meu olhar

 

quem sabe o futuro me reserve

alguém que goste

não de ganhar

e sim

plantar flores

todos os dias

ao meu lado 

minha sorte 

talvez não seja

arrancar 

 

manter cuidado bem o roseiral 

as pétalas não caem

apenas uma boa poda

se faz

Compartilhar

Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
02/10/2018

  • 0 comentários
  • 27 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados