Site de Poesias

Menu

Não importa, você está aqui

...

quando te encontro

é como um raiar do Sol

no meu peito a arrebentar

eu lhe deixando

é um anoitecer pleno

somente preciso me lembrar

que é a noite que posso ver as estrelas

e num fechar de olhos talvez lhe reencontrar 

... 

é a noite que lembro das suas duas janelas

a me receber num piscar 

e nelas querer mergulhar e nunca mais na superfície ir morar, estar

...

você 

somente você tanto de dia como a noite

conversarmos 

e me perder em versos, rimas, poemas

para que o Sol, a Lua e as estrelas saibam

que nesse firmamento eu não ando mais 

a beira de um abismo 

eu flutuo com minhas novas asas

feitas de sonhos, que se renovam a cada dia

feitas dos sorrisos mais gentis

que recebi em décadas

...

somente porque uma linha tênue resolveu

por um acaso nos unir

não importando o que há de vir 

Compartilhar

Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
14/09/2018

  • 0 comentários
  • 14 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados