Site de Poesias

Menu

RETRATOS DE UMA VIDA (Autobiografia em Poesia de Cordel)


RETRATOS DE UMA VIDA (Autobiografia em Poesia de Cordel)


Sou do Rio de Janeiro, nascido em Fevereiro
De cinco fui o terceiro deste caso verdadeiro
Seguindo o enredo, para Curitiba mudei cedo


Da infância sem medo, rodeado de brinquedo
Estadual foi pioneiro dos estudos em primeiro  


Quinze anos bem ligeiro sucedidos por inteiro
Em Belém o adolescente numa terra diferente
A família tão presente não lhe era contingente
Comecei medicina realizando sonho de rotina
Nesta minha sina, nasce meu amado traquina
Pela Caixa fui proferido... na Marinha recebido

Pra Manaus transferido e meu destino definido
Meu segundo rebento anuncia seu nascimento
Melhor momento... do trabalho e entrosamento
Ratifico assistência da pediatria de emergência
União em decadência me faz mudar residência
Em Fortaleza fui morar, perto da mãe trabalhar
O amor reencontrar para, em seguida, agonizar
Médico da Caixa assumi, pra João Pessoa afluí
Cidade linda que descobri, entre amigos, cresci
Lá cursei filosofia no padrão e rigor da academia
Atendi na infectologia por concurso da categoria

Para Natal fui com fervor, na medicina professor
Pouco tempo de morador, mas de intenso labor

À Fortaleza retornei, um grande amor encontrei
Com ela me casei e tive a filha Sofia que sonhei
Iniciei mestrado em filosofia e descobri a poesia

Amigos e o pão da padaria, pardais em sintonia
Seis netos vieram e dentro do coração couberam
Perito e auditor me fizeram, empresas provieram

Me dedico à saúde no trabalho... é meu agasalho
A morte me ofertou atalho, fiz dela um espantalho
Vivo meu tempo com amor, na vida sou condutor


Marco Antônio Abreu Florentino

https://youtu.be/2sO_9b5Ia_Q
Filme: Retratos da Vida - Bolero de Ravel)

 

Compartilhar

09/09/2018

  • 0 comentários
  • 26 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados