BORBOLETA

LAGARTA, EU?

FUI...

ATÉ QUANDO,

DESEMBRULHEI MEUS SONHOS,

DESCRUZEI MEUS BRAÇOS

E RENASCI BORBOLETA.

Maria Isabel Sartorio Santos
© Todos os direitos reservados