Site de Poesias

Menu

Coma

 

Dizem que quando se acorda do coma

A sede é tão aguda 

Que a água se revela 

O bem mais precioso

De toda a vida

Tanto quanto o viver...

Penso que seja como

Quando se ama:

A saudade é tão intrusa 

E o tempo de espera

Se torna tão laborioso

Que a emoção cogita 

Em deixar a alma 

A um suspiro de fenecer.

Compartilhar
Cid Rodrigues Rubelita
12/08/2018