Site de Poesias

Menu

MINHA HORA


Demétrio Sena, Magé – RJ.
 
Quero murchar
feito planta,
com os meus tumores,
humores e amores,
meus nós na garganta...
Fluir em silêncio
e desaguar
como um rio,
levando meus medos,
coragens, segredos,
meu por um fio...
Não serei retalhado
nem remendado,
cheio de nó,
pois quero secar
naturalmente
até virar pó...
Sorrirei de completo,
de ter vivido
a minha hora,
feliz de saber
que fui por dentro
e serei por fora...

Compartilhar
Demétrio Sena, Magé - RJ.
28/07/2018

  • 0 comentários
  • 12 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados