Site de Poesias

Menu

Sem Reticências...

 
 
 
Sem reticências...
 
A jornada da vida é um adeus complexo,
Por mais que tentamos permanecer na usina do conforto,
Vivendo no ciclo permanente dos anseios de ter sempre a felicidade.
Calçados em uma obrigação de viver bem para os outros,
Em um mundo sem trato, sem zelo e selo de amizade...
Costumo errar e acertar cada vez mais vivendo na...
Minha expressão de coração, de alma, de sonho...
E ter a maestria de ver os outros bem!
A célula do meu conforto de coração...
Releva-se a ser o desaguador das lágrimas de outrem, a fonte do desabafo e o santo que escuta o pecado nos calabouços das almas...
Minha alma é digna de pena como as demais...
Infelizmente os vícios degradantes são os mais nobres,
Construa sem reticências em sua vida a parede de defesa...
A fonte da sua zona de conforto será a de viver livre...
Apenas algo em extinção!
 
RENAN JÚNIOR
21/06/18
17:20

 

Compartilhar
RENAN JUNIOR
21/06/2018