TAINÃ

Os palcos da vida nos apresentaram

Te conheci por um olhar

Não havia nada para se falar

Só não sabíamos o que nos reservaram!

 

Nas idas e vindas nos aproximamos

Conversas infindas nos uniam

Travessuras de crianças levadas 

E tantas risadas surgiam!

 

Loucuras de danças, de comidas e desejos

Que cumplicidade é essa que eu vejo?

 

Mas sabemos que nem tudo são flores

E chegou os dias maus

Compartilhando lágrimas de dores

Quando tudo chegou ao final.

 

Não lamento cada lágrima

Nem a distância que nos separou

Nós amadurecemos nosso Eu

E novamente a vida nos ajuntou

 

Amiga como você está em extinção

Esses versos que eu faço 

São de todo coração

 

Pra você Tainã, que homenageia todas as estrelas, com seu brilho sagaz

Desejo um mundo imenso de amor felicidade e paz.

 

 

 

 

 

Karine Adriene
© Todos os direitos reservados