Site de Poesias

Menu

QUANDO CAIO EM MIM

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Caio em mim quando penso que voo mais alto;
não há céu que sustente a pretensão do ser, 
nem há palco pra todos os egos do mundo
espremidos no peito da mesma pessoa...
Quando caio me arrasto e me vejo no espelho
dessa mesma verdade que a todos rodeia,
numa teia mais forte que todas as grades
detentoras ferrenhas de olhares em fuga...
Solidão predadora nos acha e traslada, 
não importa em que festa nosso eu se oculte,
quanto fogo se avulte na soberba humana...
Tudo mostra meu nada quando caio em mim;
vou ao fim dessa história que julguei escrita
e começo de novo pra novo errar...

Compartilhar
Demétrio Sena, Magé - RJ.
31/05/2018

  • 0 comentários
  • 18 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados