Adormeceu

Adormeceu o pirralho,

forte e encorajado,

entre gelo e fogo,

entre mim e você.

 

Adormeceu exausto

de tanto desabafo,

de tanto espasmo

Encolheu-se em apenas um ato

entre mim e você.

 

Adormeceu, porém, feliz,

Por tanto sentir afago,

Por tanto ser desejado,

alegrou-se em demasiado,

por apenas um ato,

entre mim e você, meu amor.

Diego de Andrade
© Todos os direitos reservados