Site de Poesias

Menu

Tristemente


Tristemente
 
 
A teu lado tristemente enternecido
Cismando este lamento, esta desdita
Inquieto, do mundo me julguei perdido
Como vôo do pensamento, acredita
 
Qual criança, em melancólica  jornada
Depus do imaginário e  da razão
A  forma passageira da  caminhada
Que enlutava meu triste coração
 
Porangaba, 13-01-2018 (data da criação) 
Armando A. C. Garcia 

Visite meus blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com 
http://criancaspoesias.blogspot.com
 

 
Direitos autorais registrados 
Mantenha a autoria do poema
 

Compartilhar
ARMANDO A. C. GARCIA
18/05/2018

  • 0 comentários
  • 23 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados