Site de Poesias

Menu

Desabafo

...Molhado em lagrimas que por você verti,
e com a pena que a vida de mim sentiu,
nossa historia de amor num livro escrevi,
porem nem os sábios puderam decifrar...

Mas sei que você pode me estender (Por isso lhe digo),
Sinto não ter lhe feito feliz como planejei,
Mas saiba que até o impossível eu tentei,
Porem nem com o impossível seu amor alcancei.

Sei que dos seus sonhos já não faço parte,
E que nos braços de outro já repousaste,
Por isso não peço que voltes para mim,
Pois sei que comigo não seras feliz assim.

Minha felicidade contigo esta,
Seja feliz, que feliz eu serei,
Sei que não é fácil, mas vou conseguir...
Te esquecerei!

Oh, negro livro de escrita clara,
De letras corridas e borradas,
Muitas vezes foi rasurado...
Por muitas vezes deixado de lado.

Agora esquecido na estante,
Nem ao menos (Por ti) é lembrado,
Empoeirado... Distante.(No meu coração)

...Mas saiba que mesmo que se passem mil anos, e que os ventos da saudade venham e virem a ultima pagina de nossa historia, saiba que lá estará escrito:
“... Eu ainda te amo...”

Compartilhar
Dionizio Prado
??/??/????

  • 2 comentários
  • 107 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados