Jardim

Num outro dia reguei as flores,
Aquelas mesmas flores que tú amavas
Enquanto ouvia canon em ré maior de Johann Pachelbel
E aquela melodia tão agradabilíssima me fazia recordar              
E em minha mente estavas novamente ao meu lado
E juntos regávamos todo o jardim
E as flores que outrora perderam o brilho
Num passe de mágica estavam novamente esplendorosas
E teu sorriso era o meu norte,
E teu abraço meu porto seguro,
E conforme a música se aproximava do fim
Seus traços se perdiam
E as lágrimas que caiam do seu olhar
Se transformaram em gotas
Que regavam todo o jardim
E alimentavam as flores
Que cultivamos juntos

 
E que hoje sentem tanta falta de você...