Na pele da noite.

Na pele afável da noite
a lua faz um carinho,
num canto sombrio da noite,
meu coração bate sozinho...
Es tu- Hó! Saudade, que na noite,
perfura feito espinho.




J.A.Botacini.



Setembro,2014.

Jose Aparecido Botacini
© Todos os direitos reservados