Site de Poesias

Menu

Monocromia

 

Tudo perde o encanto,

Sem o presente de sua magia, 

Me fecho e tudo é escuro,

Não vejo se quer o dia,

Hoje tudo é cinza, e cinzas,

Sem seu brilho, nada me faz sentido, 

Sinto me acuado,

Como animal abandonado

Nada que eu escrevo tem um objetivo.

Se não é de você,

Minhas palavras não tem expressão

São vazias e ao vento jogadas,

Sem rima, sem nada, 

Uma aquarela outrora linda,

Hoje não passa de monocromia.

Compartilhar
Messias Scatena
05/05/2017