Site de Poesias

Menu

VAZIOS

De repente um vazio,

uma sobra do nada.

Não sei o que vem

mas espero e quero .

De repente um vazio

sem brilho,

apenas um traço,

em meio a embaraços,

me acho.

De repente um vazio

frio,

inquietante,

fatigante,apenas instantes.

De repente um vazio,

de antes,

sem hora

mas que agora demora .

PITUCHINHA.

Compartilhar
Pituchinha
10/03/2017