Site de Poesias

Menu

Dia da Bandeira - 19 de novembro

Dia da Bandeira - 19 de novembro - Poesia esrita aos 14 anos em Getúlio Vargas - RS, na 2ª série ginasial em 1957.

Versos muito antigos, escritos dos l3 aos l6 anos de idade do autor, quando estudava em Getúlio Vargas (RS), no internato do Ginásio Cristo Rei, dos Irmãos Maristas, e fazia o curso ginasial do ano de l956 a l959, durante quatro anos.

A BANDEIRA DO BRASIL 
I
Bandeira bela de cores,
Não posso te descrever,
Pois és mais bela que as flores,
Mais linda que o amanhecer.
II
Teu verde é parte maior,
Porque exprime florestas;
E campos cheios de amor,
Onde gaúchos têm festas.
III
A cor que exprime teu sol,
Também exprime teu ouro,
Que amarelo é o arrebol
E declina cor de ouro.
IV
Azul tão lindo o teu véu,
Tão lindo quanto este anil,
Que tinge este imenso céu
O céu deste meu Brasil.
V
Tua cor branca é candura
E exprime uma paz que existe
Em nossa terra tão pura
Que nunca pode estar triste.
VI
São estas cores mimosas,
Farrapo ideal e singelo,
As esperanças e as rosas
De um futuro grande e belo.
VII
Escuta meu pobre canto,
Dar-lhe mais brilho não posso,
Pois demais é o teu encanto
Que neste papel não o esboço.
VIII
Bandeira bela de cores
Não posso te descrever,
Pois és mais bela que as flores
Mais linda que o amanhecer.

Compartilhar
Ialmar Pio
19/11/2016