O ponto de Carl

Onde estamos?

Por que somos?

Na razão da existência

Insistência

 

Palavras saem do coração?

Em uma oração?

Em uma canção?

Sem som na vastidão.

 

Realidade triste, porém,

cintilante como uma armadilha ao infeliz

De nada sei.

Nada criei.

 

E nossa fé?

Religiosa ou da alma

Para muitos é o sal

Encarnação do bem e do mal.

 

Ao menos sabemos o que queremos

Por que é o que temos,

Tudo e nada.

Jefferson Neves Saucedo
© Todos os direitos reservados