Site de Poesias

Menu

ESTRELA STELA

ESTRELA STELA

Um astro que nasceu, bem criada ela cresceu
Quarta filha de Isabel, desde o princípio foi fiel
E logo apreendeu ao lado de Raimundo Abreu
Consciente do seu papel, fez da vida doce mel

Referência de mulher forte, conhece o seu norte
Abrigo firme e seguro para quem está no escuro
Na família, consistente suporte, certeza da sorte
Sempre olhando pro futuro com sentimento puro

Mãe tão dedicada, pelos nove filhos, apaixonada
Na religião coerente considera Deus seu gerente
Uma estrela iluminada que caminha determinada
Olhar benevolente, encara o sofrimento de frente

Humana e caridosa, para todos a mais atenciosa
Eterna sentinela que enxerga o mundo da janela
Uma árvore frondosa, no fazer sobejo cuidadosa
Para mim a mais bela, querida e amada tia Stela

Marco Antônio Abreu Florentino

Para Stela Abreu de Oliveira, minha tia e segunda mãe, uma das pessoas mais extraordinárias que conheci na vida, de uma bondade e humildade ímpar, sincera e verdadeira para todos, sem distinção de classe, cor, parentesco ou condição social. Ao lado do seu eterno companheiro Raimundo Abreu soube e sabe, como ninguém, cumprir as sagradas regras éticas e religiosas ensinadas no livro santo. Te amo tia Stela.

 

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
28/05/2016

  • 0 comentários
  • 57 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados