Site de Poesias

Menu

SONETO DA ESPERANÇA II


SONETO DA ESPERANÇA II

Melhor que sonho de criança é sentimento de esperança
Não se apoia na razão, tem ligação direta com o coração
Quanto mais a vida avança, mais intensa a sua mudança
Nega temida solidão quando acredita na força da oração

Luz que ilumina o caminho das trevas, oriunda das velas
Caminhar na confiança de braços dados com a esperança
Olhar das janelas não mais se importando com sentinelas
Vai buscar na lembrança o valor que tem a perseverança

Na dor intensa o alívio do remédio guardado na despensa
Ajuda que não pensa ao caminhar junto na névoa densa 
Certeza da bonança, vem depois do temporal em pujança

A porta de saída para sofrida causa que não está perdida
Oferece alento para vida quando ela já está enfraquecida
É dormir em segurança quando se tem viva a esperança

Marco Antônio Abreu Florentino

Soneto para destacar a atual situação política do Brasil, dedicado a todos que ainda acreditam ser possível a retomada do bom senso, da ética e da honradez na administração da coisa pública, pois a derradeira tábua de salvação é a esperança. No caso dela morrer, só nos resta o caos e o vazio.

https://youtu.be/KIT6HZTr0-0

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
15/05/2016

  • 0 comentários
  • 69 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados