Site de Poesias

Menu

Premonições

[Ilustração não carregada]


Quem na Terra detém
O sublime dom da premonição,
Nunca jamais poderá revelar o futuro a mais ninguém,
Seja por qual motivo for imposição do seu coração,
Perante as Leis enigmáticas da Emoção ou da Razão.
( Cacique Ito Tukandera )




Segredos sagrados que sua alma sente pois é capaz de ver,
Mais do que profundamente outra alma possa entender!

Muito além até do que lhe diz ou manda o coração
Que, por vezes até movido apenas pela mera emoção
Poderá até a vir a ter ou sofrer
Um misterioso e trágico inesperado enigmático morrer
Ao confrontar um imbecíl
Simples objeto manipulado por um demonio vil.

As ruas agora estão mais que congeladas
Porém, em passadas apressadas
Mais um Profeta irá morrer
Pois é assim que tem que ser.

Ele continua correndo até uma delegacia
Aonde... poxa quanta ironia!

O xerife é o matador!

Por isto no gelo morrerá congelado seja aonde for
Mas, melhor continuar a correr e morrer assim
pela Justiça e o Amor
Para que a Justiça seja feita um dia e FIM!


Está ferido e sangrando...
Acho melhor logo morrer
Antes de ver algo misteriosamente a acontecer
Como a queda de um meteóro e a tudo no Planeta devastando
Antes de para sempre entre os escombros desaparecer,
Quando a Natureza se manifestar
Quando ao menos pouco sequer tiver tempo prá chorar

Em toda sua fúria divina a se manifestar,
Quando em toda sua ira em fogo tudo for levando e lavando!


THE END!

 

Trilha Sonora do Poema -> A New Life ~ Klaus Badelt
https://youtu.be/r3j5Q7ITy-M

Compartilhar

Fortaleza - Brazil


30/03/2016