Site de Poesias

Menu

VAZIO

VAZIO

Falo do vazio em poesia, que traz versos da filosofia
Realidade ou fantasia, vazio tem noção em demasia
Vem do princípio a tentativa vã de entender o vazio
Nada, vácuo e vazio fazem parte de enigmático trio

Nada para o ser é abstração, só existe na imaginação
O vácuo contém radiação, sem matéria em formação
Está na primazia dos estudos da complexa cosmologia
Na astronomia o espaço entre filamentos em rarefaria

Vazio é a ausência de Deus e de sua plena influência
Ao homem que faz da sua existência toda a diferença
Está na saudade do ente que partiu e não se despediu
No amor que construiu, passou o tempo e se destruiu

Nas frias noites escuras que exacerbam tantas agruras
Nas amarguras que insistem ficar em pessoas imaturas
No existencial de quem não traçou seu projeto essencial
Na depressão emocional daquele que não aceitou o real

Vazio não é niilismo, que faz a alma cair em profundo abismo
Igual Ivan Karamazov em aforismo, que negou o cristianismo
Vazio é positivo na solidão, que torna o homem ser pensativo
Assim contemplativo, se constitui sensitivo e menos primitivo

É sempre bom lembrar que um copo vazio está cheio de ar
Que no lugar pode ter o vinho que esconde a dor do pensar

Marco Antônio Abreu Florentino

Para reflexão sobre o vazio, a vacuidade e o nada, presentes na realidade e que, geralmente, são causas de sofrimento, mas que podem ser pensados como condição inalienável do existir humano, portanto, conceitos e sentimentos que dialeticamente fazem da existência um privilégio prazeroso.

 

 

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
06/03/2016

  • 0 comentários
  • 63 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados