Site de Poesias

Menu

Orbitas II


Pensei por um momento em todo Universo
Em tudo que orbita por ele
E entendi sobre nossas orbitas
A força que sempre nos põe um na vida do outro
 
Por tantas vezes pensei em ir para longe de você
Mas, para qual lugar?
Para onde?
Para que sua órbita não me influencie?
 
Pois, por mais que nossas vidas aparentem se afastar
Somos como planetas vizinhos e orbitamos a mesma Galáxia

Assim como a Terra e Vênus

Ambos a orbitar o Sol
 
Como me esquecer de você?
Se a força de sua orbita te põe sempre em meus pensamentos?
E meus pensamentos contam os minutos para te reencontrar?
 
Porque orbitamos uma mesma estrela
Sujeitos a mais cedo ou mais tarde nos encontrar

Quando por completo se fechar o ciclo que seguimos

 
E por estes caminhos que seguimos

Pela força da propria orbita, como te esquecer?
Se estamos marcados para sempre nos encontrar?

 
 

 

Compartilhar
Will Aflagal
07/02/2016