Site de Poesias

Menu

Tempo Perfeito

 
Dia estranho em que a essência é saudade
Efeito que me faz respirar uma lembrança
Pelo pensamento que me rompe a realidade
Cessando as horas que no tempo sou criança
 
Desejos bem vivos estampados na pouca idade
Em face do olhar que o riso imprimia confiança
Ao futuro que ainda distante a alma não brade
Pelo mundo que pulsa um coração em liberdade
 
Vazios preenchidos em consistência e duração
Pelo conteúdo que o lapidar coloria o momento
Da época que o retrato era a pureza da paixão
 
Inocente no estado que a aparência por excitação
Desconhecia a dor pelo segredo do sentimento
Quando pela sensação vivia-se na perfeição

 

 

Compartilhar
Murilo Celani Servo
07/01/2016