Site de Poesias

Menu

Nicole, minha filha

O mais lindo som que escutei em toda a minha vida

O seu chorar Nicole ao sair do ventre de sua mãe,

Posso dizer que quem nasceu fui eu

Minha vida começou ali.

Olhos pretos a olhar em volta

Como que a procurar para ver quem chora

Este seu velho pai que mal esperava a hora

De tê-la nos braços e esquecer de tudo

Tristezas da vida desavenças no lar

Ah! Nicole mal sabe da missa a metade

Vieste completar minha felicidade

Com o meu filho Pedro a realização do sonho de ser pai.

28 de dezembro de 2015

Presente de Natal abençoado

Reveion adiantado

Os olhos de jabuticaba procurando a mim

Doçura, ternura sem fim

Que me desmontou

Eu fiquei parado a sorrir

Sabia eu que não sairia mais de seu lado.

Me apaixonei quando meus olhos encontraram os seus

De agora em diante não sei como será

Posso perder minha vida, meu casamento

Mas, ganhei uma filha para toda a vida...

Últimos minutos do ano

Fazemos promessas que na maioria das vezes sequer lembramos

Mas, Nicole não consigo pensar em outra coisa

A não ser nestes olhos de jabuticaba

Onde meu mundo acaba

Quero ousar prometer estar sempre perto de ti

Mesmo sabendo que não depende só de mim

2016 chega e com ele promessa de vida nova

O amor que se renova

Quero ver minha vida

Através de seus olhos Nicole.....

Compartilhar
Edson Satler
31/12/2015