Site de Poesias

Menu

Sonho de Consumo

 

Teu coração dos meus sonhos é o destino

Aposento do desejo que o vermelho é cor

Da paixão que a lua cheia me faz inquilino

Do espaço dos teus passos que anuviam dor

 

Fulgor e calor noturno pela ideia que o tino

Transcende a ilusão pela essência de uma flor

Figurando o real no tempo que então menino

Veste-me com a liberdade de viver um amor

 

Acordado em você pela percepção do teu olhar

E refletido no espelho das lágrimas em solidão

Viajo pelo infinito que me faz sim te respirar

 

Abraçado ao momento quando vivo para amar

Adormecido no interior profundo de uma ficção

Em que o real apenas você pode um dia acordar

 

 

Compartilhar
Murilo Celani Servo
23/12/2015