Site de Poesias

Menu

ESPOSA, AMIGA E COMPANHEIRA

[Ilustração não carregada]



Quando por ela passei, fiquei encantado em vê-la,
e quando diante dela parei, percebi que realmente
ela era muitíssimo bela!.
 
Grandes olhos jabuticaba,
sob bem definidas,
sobrancelhas
negras.
 
Um nariz, que se harmonizava,
plenamente  naquela face
de pele morena.
 
Lábios semi-grossos,
os quais, ainda mais charmosos ficavam,
quando dentre eles, um lindo sorriso brotava.
 
E mais abaixo, um queixo delicado e redondo,
que enfatizava naquele rosto, um prazer
sem fim de apreciá-lo.
 
E com uma pincelada final, longos cabelos pretos,
de fios grossos, caiam sobre a testa e ombros,
feitos  uma manta de extrema beleza.
 
Essa foi, à princesa que encontrei depois que muito procurei,
e até hoje, comigo ainda estas, e sei que por muitos
e muitos anos, ao meu lado ficarás.
 
 
_Pedro A. D. Moraes_
21-12-2015 segunda feira
06 h 15 min
 

 
Obs.: Esta poesia fiz com todo amor e carinho
para minha amada e meiga esposa Claudia Moraes.
Completaremos hoje 21-12-2015 / 24 anos de casados.

Compartilhar
Pedro A. D. Moraes
21/12/2015

  • 0 comentários
  • 108 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados