sombras da lua

ontem vi-te naquele lugar onde iamos beijar a lua,

sob aquele intenso azul de uma noite de janeiro

as estrelas nossas e eu tua...

era o nosso amor, verdadeiro!

éramos tão inocentes, o mundo girava longe de nós,

como romeu e julieta...

eramos tudo quando éramos a sós

a voz de um nobre poeta!...

foi quando aquela tempestade tudo devastou

e trouxe com ela um mar de lágrimas de nada,

e apenas sombras do nosso amor deixou...

 

celia bastos
© Todos os direitos reservados