Site de Poesias

Menu

ESCREVO POEMAS

 Escrevo poemas
de muitos sentires e temas
e nem sei como o consigo,
Sei que me atrevo e que escrevo
sempre que a alma se aperta
por um odor que respiro
ou clamor que me desperta
 
Começo a compor, redijo,
e as palavras se constroem
a rimar na minha mente
como uma força divina
ditada por outras gentes
 
Ferida a doer, nostalgia,
luz de vida que incendeia,
seja de dor ou alegria,
é ânsia que não me deixa
se calo em mim a Poesia
 
São bramidos de paixão,
que embora vivida ou não
é emoção que me inquieta
quando a inspiração desperta
 
E assim nascem meus poemas
de muitos sentires e temas…
 
Escrevo versos que eram meus
mas que agora já não são …
são escritos que são o clamor
dos gritos de toda a gente
 
Rosário Narciso
 
 

 
 

Compartilhar

23/11/2015

  • 2 comentários
  • 29 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados