Site de Poesias

Menu

O poder é infinitamente um verbo nosso.

No presente:

Eu posso 

Tu podes

Ele pode.

No futuro:

Eu pó

Tu pó

Ele pó.

Compartilhar
Carlos Cintra
29/10/2015

  • 1 comentário
  • 51 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados